Ilha do Sal, Verão No Stress

Amamos ilhas!!!!

A ilha do Sal é uma das nove ilhas habitadas do arquipélago de Cabo Verde, ex-colónia portuguesa. Um povo acolhedor e humilde, uma natureza preservada e um clima ameno são algumas das características que tornam este destino famoso e perfeito para um Island Break No Stress!

A Ilha do Sal tem uma beleza singular, onde o mar turquesa e as areias douradas se sobrepõem à natureza árida e estéril. O seu nome deve-se precisamente à quantidade de sal aí produzido. Ainda hoje é possível observar as estruturas utilizadas para a exploração deste produto.

Ver o post original 227 mais palavras

Amamos ilhas – SANDHAMN – a ilha de areia

Pensar em um país nordico e pensar em frio, gelo, roupas de inverno é quase automático.

O clima sueco é um clima frio, caracterizado por longos e escuros invernos com temperaturas mínimas de -15°C/-20°C (gezzzz, menos 15 graus!).  No norte o gelo persiste a partir de outubro a maio e  impedem a navegação no Golfo de Bótnia. No centro e sul da Suécia, os invernos são curtos e bastante frio, no verão as temperaturas são suaves, com muitas horas de sol e luz.

O verão é curto, mas com longos  dias de luz (no verão em áreas mais ao norte do país, o sol nunca se põe), com temperaturas variando entre 15°C e 20°C.  Mas, para surpresa de muitos, os dias de verão na Suécia podem ser bem quentes, acima dos 30 graus. Nesses dias quentes os suecos aproveitam para curtir seus parques e praias.

O verão sueco é uma maravilha!!

E como nesse post vamos falar de ilhas, escolhemos uma bem especial que data da decada de 1200 e é um paraíso, logo que o gelo derrete, claro!

Sandhamn faz parte do arquipélago de Estocolmo, (um grupo de 30.000 ilhas espalhadas ao norte, leste e sul da capital sueca). Há 2 horas da cidade por ferry – é uma ilha pequena e tranqüila, com pinheiros, praias arenosas e uma aldeia de pescadores.  A única forma de chegar lá é de barco.

A ilha é constituída principalmente de areia – Sandön (sand=areia/ön=ilha) – a ilha de areia. No começo não havia nada mais do que areia e alguma vegetação.  A floresta de pinheiros que hoje existe foi plantada pelo homem.

Apesar de toda a simplicidade é um dos destinos mais disputados do verão sueco. Há várias praias para escolher, e todas são muito boas. A mais popular é Trouville no lado sul.

O local oferece dois hotéis, duas pousadas, restaurantes. Se você não pegar a última balsa de volta, pode dormir no Seglarhotellet  (Hotel do marinheiro), é um dos dois únicos hotéis da ilha.

 

 

Fonte:

http://puoivolare.wordpress.com/category/turismo/page/2/

http://www.colonialvoyage.com/paesi/pt/suecia/clima.html

chinelo – chinelo meu existe no mundo pezinhos mais lindos que os meus?

De forma elegante e casual os chinelos estão cada vez mais presentes em nosso dia-a-dia. Na hora de ir à praia, temperaturas altas e chinelos nos pés, combinação perfeita. Mas cuidado com os exageros, areia fofa não é lugar de plataformas e saltinhos. Com calça jeans e camiseta em um look mais urbano, ou shorts e camisa em um ar mais despojado para os rapazes.  As meninas podem abusar do chinelinhos com vestidos e saias. Cuidados especiais com os pés e unhas para arrasar no look de verão!

Há diversos modelos que prometem deixar o seu visual perfeito para cada ocasião.

Moda Calçados Amazonas Sandals Moda Verão 2012 Sandálias Chinelos

stock vector : beach sandal design

stock vector : beach sandals vector

Médicos alertam para necessidade de hidratar o corpo no verão

Da Redação, com Agência Estado

O consumo de água aumenta no verão e não é à toa. A água é importante, segundo os médicos, para manter o corpo hidratado. “O suor é uma tentativa do corpo humano de manter a temperatura em condições ideais. Mas a pessoa elimina água em excesso. Caso não reponha, isso pode provocar desidratação”, afirma o clínico geral da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) Paulo Olzon. A pessoa desidratada, lembram os médicos, pode apresentar febre e, em casos graves, convulsões.

O presidente da Sociedade Brasileira de Clínica Médica, Antonio Carlos Lopes, acrescenta que quando sentimos sede é porque o sangue perdeu água na composição. “O sangue viscoso pode entupir uma artéria”, ressaltou. O sinal de que o corpo está hidratado é a cor da urina. Se estiver clara é sinal de que a hidratação está boa. Se estiver escura, a recomendação é beber mais água.

Os extremos das idades são os que mais sofrem com as altas temperaturas. Em dias de calor excessivo, os médicos afirmam que os idosos e as crianças, em especial recém-nascidos, são as principais vítimas e precisam de cuidados redobrados. No caso dos pequenos, os principais problemas são centrados nas vias respiratórias, pelo fato de o sistema ainda não estar totalmente formado. Por isso, deve-se oferecer água e suco várias vezes ao dia, não esquecer do protetor solar e também abusar das roupas leves (algodão) para evitar dermatites e alergias. É bom lembrar que a criança nem sempre sabe expressar a sede. A manifestação pode ser por choro ou pela irritabilidade.

Já os idosos, segundo o médico da Unifesp, Paulo Olzon, tem o corpo mais desidratado do que os mais novos – as rugas na pele são prova disso. “Eles perdem água sem poder perder. E também não costumam pedir água, porque não sentem necessidade, uma vez que não gastam tanto energia”. Outro problema é que os maiores de 60 anos sofrem mais do que os com menos idade de outras doenças agravadas pelo calor, como problemas cardíacos e de pressão.

Fonte: http://www.abril.com.br/noticias/ciencia-saude/medicos-alertam-necessidade-hidratar-corpo-verao-425507.shtml