Algas e sua importância para o meio ambiente

algas

As algas foram as primeiras produtoras de oxigênio no nosso planeta. No presente, elas são as responsáveis pela maior parte da produção nos ecossistemas aquáticos: como produtores primários, elas formam a base da cadeia alimentar desses ecossistemas.

Por Lilian Alves

Algas marinhas são o pulmão do mundo,  produzem mais oxigênio pela fotossíntese do que precisam na respiração, e liberam o excesso para o ambiente. A Amazônia libera muito menos oxigênio para a atmosfera em termos mundiais, pois a maior parte do gás produzido é consumido na própria floresta.

Continuar lendo

Algas marinhas e seus benefícios para saúde

seaweeds

A flora e a fauna marinhas possuem um grande potencial farmacológico e cosmético. As algas concentram todos os benefícios do mar e são ricas em proteínas, vitaminas e minerais indispensáveis à epiderme. Algumas têm propriedades calmantes, suavizantes, cicatrizantes e antioxidantes. Quando em contato com a pele, reforçam a sua camada hidrolipídica e mantêm a hidratação. Ingeridas, reduzem os níveis de colesterol no sangue e ajudam a prevenir a hipertensão. Diversas variedades de algas contêm mesmo anticoagulantes sanguíneos similares à heparina, o anticoagulante natural do sangue.

 

+ Notícias sobre saúde:

Efeito desintoxicante dos minerais

revitalizante

 

Remineralizante, revitalizante, anti-infecciosa, anti-stresse e analgésica, a água do mar é um remédio milagroso que ajuda a prevenir e a tratar diversas patologias. Fonte infinita de ferro, magnésio, sódio, cálcio, zinco, cobre, entre outros, ajuda a combater carências, estimula as defesas do organismo, bem como a micro circulação cutânea e a tonicidade da epiderme. Destaque para o iodo, presente em muitos produtos cosméticos drenantes, que tem um papel importante no metabolismo das gorduras com as suas propriedades desintoxicantes e emagrecedoras.

 

+ Notícias sobre minerais:

Terapia por conta da natureza

Por Lílian ALves

Hughes Fotografie

Marilu Cifre faz exercícios 30 minutos por dia no mar

Há 16 anos a espanhola, Marilu Cifre, viaja pelo mundo em busca de terapias alternativas para melhorar a saúde e amenizar as dores da artrose. Índia, Indonésia, Hawaii estão no seu roteiro. Para Índia ela vai pelo menos uma vez ao ano, mas foi no Brasil, especificamente em Tamandaré, em Pernambuco, que a espanhola encontrou, há 3 anos, um meio eficaz de aliviar as dores no corpo.

Continuar lendo

Lazer e segurança

 

Piscinas naturais surgem como uma opção contra o ataque de tubarões

piscinas-naturais-praia-de-boa-viagem-creditos-divulgacao1

Por Bárbara Lacet

Para se prevenir do possível ataque de tubarões, nas praias urbanas do Recife, os banhistas têm optado por dias de lazer nas piscinas naturais. Contornada por grandes “paredões” de arrecifes, elas impedem o contato direto dos freqüentadores com o mar aberto, trazendo mais segurança nos dias de sol do verão nordestino sem correr riscos.

Continuar lendo

Preservação das piscinas naturais

 

 

projeto-praia-limpa-creditos-divulgacao

Por Bárbara Lacet


A constante poluição das águas do rio, do solo e do ar está causando muitos efeitos nocivos à nossa saúde e ao meio ambiente. Dessa maneira, até mesmo lugares de lazer, como a praia, não escapam da falta de consciência ambiental por parte dos freqüentadores, que depois de um dia de divertimento acabam “esquecendo” o lixo nas areias. O serviço de limpeza urbana oferecido pela prefeitura das cidades acaba não dando conta do volume dos dejetos deixados e o lixo termina sendo levado para o mar sob o vai-e-vem das ondas.

Continuar lendo

Curiosidades sobre os recifes

atgaaach_ggpivp8lftuvxgyoqigieylmtjf0cx7ixpbf7qatvd3hdlae7x2sf9-hhk-ynqxyjp2v575qs_hxyez30_qajtu9vcvsqlyagtigdgortnkybsuox1z9w

Os recifes vêm sofrendo muito em tempos de mudanças climáticas.

Por Lilian Alves

No Brasil, a maioria dos recifes é de arenito consolidado pelo carbonato de cálcio produzido da dissolução de conchas. Recifes podem representar grande perigo para a navegação quando formam bancos rochosos que emergem à superfície dos oceanos. Por outro lado, funcionam como ancoradouro natural e proteção contra a erosão do mar. Além de ser área de lazer para banhistas, que aproveitam as piscinas naturais formadas na maré baixa. A freqüência dessas formações no litoral do Nordeste brasileiro deu nome a uma das mais importantes capitais da região, Recife.

Continuar lendo