Como nascem os recifes

reefs_068

Os recifes de coral crescem nos oceanos tropicais onde a temperatura do mar nunca é inferior a 20ºC

Por Lilian Alves

Para entender melhor como se formam as piscinas naturais, precisamos entender como se formam os recifes. Localizados em mares tropicais sem correntes frias e com águas limpas, oxigenadas e ricas em matérias-primas, os recifes são formações rochosas que se estendem a certa distância da costa ou diretamente sobre ela. E compõem ecossistemas marinhos de grande biodiversidade que atraem a atenção de oceanógrafos e biólogos, além dos mergulhadores.

Continuar lendo

Curiosidades sobre os recifes

atgaaach_ggpivp8lftuvxgyoqigieylmtjf0cx7ixpbf7qatvd3hdlae7x2sf9-hhk-ynqxyjp2v575qs_hxyez30_qajtu9vcvsqlyagtigdgortnkybsuox1z9w

Os recifes vêm sofrendo muito em tempos de mudanças climáticas.

Por Lilian Alves

No Brasil, a maioria dos recifes é de arenito consolidado pelo carbonato de cálcio produzido da dissolução de conchas. Recifes podem representar grande perigo para a navegação quando formam bancos rochosos que emergem à superfície dos oceanos. Por outro lado, funcionam como ancoradouro natural e proteção contra a erosão do mar. Além de ser área de lazer para banhistas, que aproveitam as piscinas naturais formadas na maré baixa. A freqüência dessas formações no litoral do Nordeste brasileiro deu nome a uma das mais importantes capitais da região, Recife.

Continuar lendo

Piscinas naturais são limitadas em Porto

Por Felipe Maior

A Prefeitura do município de Ipojuca limitou a visitação dos 42 hectares das admiráveis piscinas naturais em Porto de Galinhas, em três áreas, com aproximadamente a mesma medida, foram criadas, determinando locais para pesca artesanal, visitação turística e mergulho e uma de preservação ambiental. A iniciativa se expandiu até Maracaípe, onde o acesso de veículos e lanchas está proibido. Além disso, um mapeamento dos recifes e corais da orla será realizado para facilitar o estudo e preservação.

Continuar lendo

Cabo de Santo Agostinho: Praias do litoral sul

Cabo de Santo Agostinho – Trata-se de mirantes formados por rochas de onde se pode ver o litoral pernambucano, de Recife ao Porto de Suape. Em uma caminhada de 2 km a partir da praia do Paraíso, chega-se às ruínas do Forte de Santo Agostinho, aos restos da ocupação holandesa e à uma igreja construída em 1728, na localidade de Nazaré. Está a 30 km do Recife.

Continuar lendo

Ipojuca: Praias do litoral sul

Por Felipe Maior

Localizada a 60 km de Recife, no município de Ipojuca, a praia de Porto de Galinhas tornou-se o destino turístico mais procurado em Pernambuco. A paisagem paradisíaca das nove praias, que compõe o litoral sul pernambucano é o destino certo para quem quer relaxar ou praticar esportes como o mergulho e o surf.  Continuar lendo

Tamandaré: Praias do litoral sul

Por Felipe Maior

Tamandaré tem 16 Km de praias que desvendam uma paisagem quase intocada pela mão do homem. A paisagem proporciona coqueiros e um banho de mar em águas tranqüilas. O mar oferece possibilidade de ancoragem natural para pequenas embarcações. Ao norte da praia, ainda se observa as ruínas da Igreja de São José e ao sul o Pontal do Lira.

Continuar lendo

São José da Coroa Grande: Praias do litoral sul

São José da Coroa Grande – É a praia principal de São José da Coroa Grande, com águas mornas e tranqüilas, boa para prática de caça submarina. Seu nome surge das coroas, formações rochosas que aparecem com a maré baixa e criam enormes piscinas naturais. Abriga alguns bares na orla e restaurantes com pratos à base de frutos do mar. Fica a 120 km do Recife, com acesso pela BR-101 Sul e PE-60.

Praia da Várzea do Una – É uma grande baía com larga faixa de areia e mar de ondas fortes. Ótima para a pesca submarina, tem acesso difícil, geralmente feito atravessando o rio Una de barco. Fica a 120 km do Recife, com acesso pela BR-101 Sul e PE-60.